quarta-feira, 20 de março de 2013

Aprendendo com Ezequias

Esta mensagem
Pode ser usada como Esboço de Sermão ou como Estudo Bíblico


APRENDENDO COM EZEQUIAS - (2 Cr 32.1-8; 12-16 e 21-22)



· Quem é o seu Senaqueribe? 


· Senaqueribe era para o povo de Judá um problema insuperável. 
· Enfrentar o poderoso rei da Assíria e todo o seu vasto exército e permanecer vivo era algo semelhante a obter uma vitória inatingível.
· Todos nós temos lutas, batalhas e situações que extrapolam, que vão além das nossas possibilidades, que transcendem os nossos recursos. 
· 
· Assim era o momento histórico pelo qual o Rei Ezequias e toda Judá passavam. O exército Assírio, o mais poderoso de todos os reinos daquele tempo chegara para destruir o pequeno reino de Judá. 
· 
· Senaqueribe, o rei da Assíria jamais havia perdido uma batalha contra seus inimigos.
· 
· Debochado, arrogante, pretensioso, Senaqueribe envia cartas a Ezequias proferindo insultos terríveis (v.14 e 17) contra Deus e a fé deste povo. 
· 
· Vencer Senaqueribe e todo o seu exército era algo inimaginável para o pequeno reino de Judá. 
· 
· Senaqueribe vinha anexando terras ao Reino da Assíria. Era o grande comandante. Vitorioso e poderoso. Sua fama de imbatível insuflava a sua arrogância ainda mais.
· Como vencer? O que fazer diante destas situações inesperadas, imprevisíveis e inatingíveis?
· 
· Deus concedeu a Ezequias uma vitória tremenda. Um povinho insignificante recebe do Senhor uma vitória inatingível, inesquecível e pouco sonhada (v. 21-22).
· 
· A experiência daquele povo nos traz algumas lições preciosas:



Primeira Lição:


A VITÓRIA VEM PARA UM POVO COMPROMETIDO COM A FIDELIDADE.

· Lutas todas as pessoas tem;

· Tempestades vem para todos;
· Todavia, aqueles que ousam buscar um compromisso em fidelidade com Deus, esses recebem recursos ilimitados. 
· Deus abençoa, Deus ajuda, Deus socorre, Deus abre portas onde só há caminhos fechados.... Pois Deus é fiel! Is 41:9,10-13
· 
· ILUSTRAÇÃO: Um crente possuía um comércio.Os irmãos na Igreja sabiam disso e procuravam prestigiar comprando em sua loja". É muito simples: se ele não é fiel a Deus, nada garante que ele será fiel a mim...".




Segunda Lição: 


A VITÓRIA VEM PRA QUEM TEM DISPOSIÇÃO AO TRABALHO (v.2-4)
· Tem gente que deseja vitórias, todavia desanima com as oposições, fica prostrado diante das adversidades, prostra-se no primeiro problema. 

· Quem tem coragem para lutar, para trabalhar, recebe de Deus a vitória. 
· 
· Foi assim o milagre de Eliseu na casa da viúva cujos filhos seriam levados para saldar dividas. Eliseu ordenou-lhe se desejasse ver o milagre em sua vida, que fosse à luta. Que buscasse vasilhas vazias, que pedisse emprestadas, que sobre elas despejasse o azeite, que depois vendesse o azeite, pagasse os credores e vivesse do restante. II Rs 4.1-7.
· 
· O sobrenatural de Deus associado ao natural do trabalho do homem.
· 
· Neemias deixou o palácio de Susã para trabalhar em Jerusalém. Seu coração o movia a isso. A obra era grande. Refazer os muros demoraria pelo menos 6 meses. Os adversários jogavam contra, de dentro. Mas Ele trabalhou com coragem: (Nee 2.18; 4.6; 4.15 a 17 e 6.15).
· O Muro foi refeito em 52 dias.
· João 5.17



Terceira Lição:


A VITÓRIA VEM PRA QUEM FECHA AS BRECHAS AO INIMIGO (v.5)

· A despeito do potencial bélico de Senaqueribe, o povo de Judá liderado por Ezequias foi à luta. 

· Resolveram tapar as fontes que poderiam alimentar os inimigos. 
· Fecharam as brechas nos muros para evitar surpresas desagradáveis. 
· Ezequias não queria dar brechas aos inimigos.
· 
· Jesus ministrando aos discípulos disse da necessidade de vigilância, de atenção, de não dar ocasião à carne: Mt 26.41. 
· 
· Sansão é um triste exemplo de quem fora levantado por Deus para ser um servo poderoso nas mãos do Senhor. Um juiz, um libertador de Israel. Todavia, cedeu aos encantos de Dalila. Brincou com o inimigo e tornou-se escravo dos filisteus. Tornou-se motivo de zombaria e chacotas. Cegaram seus olhos e o reduziram a uma condição humilhante. Brincou com o inimigo, não fechou as brechas. Jz 16.21,23-25




Quarta Lição: 


A VITÓRIA VEM PRA QUEM ACIMA DE TUDO DEPENDE DE DEUS; TEM EM DEUS A SUA SUFICIÊNCIA (v. 7 e 8)
· Um dos episódios mais lindos da vida de Sansão aconteceu quando de sua batalha contra o exército filisteu, tendo nas mãos apenas uma queixada de jumento. Cerca de 1000 soldados foram derrotados naquele dia. Após inominável vitória, Sansão, extenuado, esgotado, afadigado cai ao chão. Prestes a morrer de sede ele clama a Deus. 

· Porque Deus lhe deu tamanha vitória e logo depois permite que ele se veja impotente diante de uma sede mortal? 
· Para que entendesse a necessidade de dependência de Deus em todo tempo. Não só quando das grandes lutas, mas nos momentos das necessidades mais básicas. Jz 15.15-19



·CONCLUSÃO: 


· Você pode estar vivendo dias terríveis. São tantas oposições, inúmeras lutas, infindáveis batalhas. 

· 
· Você pode estar passando dias de indignação, afinal de contas, você tem buscado em seu coração, ser fiel ao Senhor. Deus conhece a disposição do seu coração, mas só dá errado, tudo parece piorar.
· 
· Você pode ter entrado aqui abatido com o tamanho do gigante que você tem pela frente. O seu Golias, ou o Senaqueribe, ou a enfermidade, ou o desemprego, ou aquela crise conjugal... são muito maiores que seus recursos para fazer frente e vencê-los.
· 
· Quero te dizer uma coisa nessa hora:
Deus é o Deus do impossível. Deus pode te dar a vitória! 
· 
· Paulo escreveu isso aos irmãos de Éfeso: “aquele que é poderoso para fazer infinitamente mais do que tudo quanto pedimos, ou pensamos, conforme o seu poder que opera em nós, a ele seja a glória...para todo o sempre” (Ef 3.20-21).




(Pr. Robernane)



--> -->

Nenhum comentário:

Postar um comentário